• PAULO DIRCEU ROSA DE SOUZA

A Jovem Senhora termina o ano 2021 em pleno desenvolvimento

PAULO DIRCEU ROSA DE SOUZA

Secretário Municipal do

Planejamento/Guarapuava


Tenho a total convicção que o urbanismo foi a área que mais desenvolveu em Guarapuava. O ranking da “Urban System” que, desde 2015 analisa 75 itens, mostrava que, em 2020, Guarapuava era a 93º colocada entre os mais de 5.500 municípios do País. Este mesmo Ranking para 2021 coloca a cidade no 20º lugar. Em apenas 1 ano subir 73 posições e se tornar a vigésima cidade do País em termos de Urbanismo é o maior sinônimo de desenvolvimento que poderíamos ter.


Um grande passo para alavancar estes números foi a implantação da PPP – a Parceria Público Privada do Parque de Iluminação Pública. Temos hoje, 100% do Parque de IP com as mais modernas luminárias preparadas para telegestão e totalmente em led.


Agora, com a implantação de 120 câmeras de monitoramento, vamos nos tornar uma cidade ainda mais tecnológica com cercamento digital e um Centro de Comando Operacional de primeiro mundo. Emissão de Alvarás, abertura de novas empresas, transferência de imóveis, aprovação de projetos e análises ambientais, para citar apenas alguns exemplos, se tornaram todos online.




O desenvolvimento é visto em todas as áreas.


A implantação de novos loteamentos e condomínios nos mostra que, além de proporcionarmos uma melhor qualidade de vida aos guarapuavanos, também estamos atraindo pessoas de outras cidades e regiões para desfrutar o nosso franco desenvolvimento. Grande parte destes novos empreendimentos imobiliários já encontra-se comercializada.


Chegamos ao ano de 2022 com cinco instituições de ensino superior presenciais com a oferta dos mais diversos cursos de graduação e pós graduação. Idealizamos e implantamos o CEPLUHG, Centro de Planejamento Urbano e Habitacional de Guarapuava que centraliza todas as ações técnicas de engenharia e arquitetura, pensando, planejando, projetando e implantando o Desenvolvimento Ordenado de uma cidade que não para de evoluir e merece ser pensada para um futuro a curto, médio e longo prazo.


Guarapuava está em ritmo de desenvolvimento!


Quando ainda jovem, nos anos 1980, eu fui estudar em Curitiba em busca de maiores oportunidades. À época, minha família pode proporcionar esta condição a mim, mas ao mesmo tempo via que muitos guarapuavanos tinham este anseio e não puderam realizar seu sonho. Quando chegava o final de tarde dos domingos, nos dirigíamos até a rodoviária para embarcar rumo à capital. Confesso que dávamos graças em poder partir. Vivíamos em uma cidade sem atrativos, sem urbanização, sem oportunidades e bastante limitada em vários setores.


Podemos recordar este início dos anos 80 e fazer um comparativo com a nossa Guarapuava de hoje. A verdade é que os tempos são outros e muitas cidades mudaram, evoluíram, mas deixamos de ouvir aquela máxima de que o guarapuavano precisava ir ao trevo da BR 277 para ver o progresso passar para outras regiões do estado.


Hoje todo e qualquer cidadão desta terra pode sentir orgulho em falar que sua cidade possui ensino de qualidade com a oferta de uma boa gama de cursos, bairros planejados, condomínios de médio e alto padrão, a maior maltaria da América Latina, iluminação pública em vias, parques e praças urbanas de primeiro mundo, as grandes redes de lojas nacionais a sua disposição, uma boa rodoviária, um aeroporto de qualidade (que ficou fechado para voos comerciais durante a pandemia, mas que já está retornando, ainda em dezembro) .


Tudo isso, explica por que Guarapuava subiu da 93ª posição no "ranking" de cidades urbanizadas do Brasil para a 20ª posição, entre mais de 5.500 municípios brasileiros, segundo o site "Urban System", que avalia anualmente o rendimento das cidades no Brasil em 75 itens.


Temos uma BR 277 que nos liga a todo o cone sul da América Latina em fase de duplicação em nosso perímetro urbano, indústrias como a Agrária, a Santa Maria, a Araupel e a Repinho, entre outras, encontram-se solidamente instaladas na cidade gerando milhares de empregos diretos e indiretos.


Nestes últimos anos a cidade foi “trabalhada” para melhorar sua infraestrutura e receber investimentos em todos os setores, gerando qualidade de vida e melhorando seus índices no Caged, Ipardes, IBGE, como o IDH, por exemplo.


Temos um dos maiores índices de cobertura de abastecimento de água tratada do País e estamos caminhando para ter números bem superiores a 90% da rede de esgotamento sanitário. A cobertura de pavimentação asfáltica nas vias urbanas avança a passos largos, a zeladoria, varrição e manutenção de praças e parques é exemplo para encher os olhos. No quesito coleta de resíduos sólidos, melhoramos a cada dia, implantando novas tecnologias e deixamos a cidade cada vez mais limpa.


Sinto um grande orgulho em receber comitivas de cidades como Ponta Grossa, Sarandi, Cascavel, Presidente Prudente, entre outras que vem até nós para acompanhar nossos projetos, nossos programas e nossas ações que, aliás, algumas delas foram premiadas no Estado e no País.



Guarapuava deixou de ser o “patinho feio” para se tonar o Cisne, o Pavão admirado por pessoas de todas as regiões. Neste momento nossas belezas naturais são e estão sendo vistas por toda gente do Brasil e até do exterior. Quem não fica boquiaberto diante da grandeza do Salto São Francisco e, ainda, tendo a oportunidade de saborear as delícias do seu caminho. Inúmeras outras cachoeiras e saltos estão entrando neste roteiro, assim como no roteiro dos caminhos do malte, e não poderia ser diferente. Afinal, de uns tempos para cá nos tornamos a Capital deste que é o mais importante insumo para a apaixonante bebida número 1 dos brasileiros, a cerveja.


E sim, estamos preparados para receber todos estes curiosos visitantes com uma das maiores redes hoteleiras do Estado. Se sobrar um tempo inda dá para desfrutar de um belo espetáculo em nosso moderno Teatro. Nossa rede gastronômica também é de dar água na boca. A cada dia que passa a rede privada voltada ao turismo aumenta e ganha qualidade. Que show viver em Guarapuava.


O que mais me entusiasma é a união de toda esta gente pelo crescimento. Vivemos um momento em que o Poder Público e a iniciativa privada, juntaram-se aos clubes de serviços, organizações e academia para fortalecer a cidade em praticamente todos os setores. Este é o caminho. Viva a nossa querida Guarapuava, a jovem Senhora!!!!!!!

 

*Paulo Dirceu Rosa de Souza é engenheiro civil (UFPR), engenheiro de segurança do trabalho (Uniguaçu), secretário municipal do Planejamento e Urbanismo de Guarapuava, presidente do Concidade, presidente do Conselho Municipal de Trânsito e Mobilidade Urbana, membro do Conselho de Turismo


mapa antigo gp.jpg

Ano de 1819 lembra o ato formal de fundação da Freguesia de Nossa Senhora de Belém 

gp hoje.jpg

SÉRIE
Guarapuava é a gente que faz 

tropeiros.jpg

Documento original assinado em 1818 por Joaquim de Marçal nunca foi encontrado

DEIXE SUA OPINIÃO

Obrigado!