• Viva Guarapuava

Gerhard Temari lança livro sobre os "mestres" de Entre Rios


Na #LiveDoVida, o agricultor Gerhard Temari, 79 anos, fala o livro de sua autoria "Aos mestres de Entre Rios", uma homenagem aos artesãos que prestaram diferentes serviços no início da Colonização Suábia em Guarapuava, década de 1950. Entre os homenageados, está o pai de Temari, Jakob, que foi sapateiro e iniciou ao filho a arte da sapataria.


Os mestres estão entre os primeiros profissionais a virem para Entre Rios, escolhidos pela excelência de seus serviços e responsáveis pelos primeiros fundamentos nas cinco colônias que compõem o distrito de Entre Rios. Havia entre eles, por exemplo, os carpinteiros que construíram as casas. "Live" conduzida pelo jornalista Paulo Esteche, do #PortalParanaCentral. Da série: IMPERDÍVEL! A partir das 19 horas, no Instagram do #VivaGuarapuava


Para participar, siga www.instagram.com/vivaguarapuava


SOBRE GEHRARD TEMARI


Gerhard Temari nasceu em 21 de dezembro de 1943 em Perjamosch, na Romênia. É filho de Elisabeth e Jakob Temari, e irmão de Josef, Georg e Franz. Chegou na Colônia Vitória, em Entre Rios, distrito de Guarapuava, aos 7 anos de idade. Em 1967 se casou com Erika (in memoriam). É pai de Sílvia e Dorothea e avô de Lukas e Paula. Foi sapateiro aprendiz, office boy e auxiliar contábil. Em sua comunidade, atuou como juiz de paz por 10 anos, assumiu vários cargos na Associação de Educação Agrícola, foi conselheiro fiscal na Cooperativa Agrária, na qual atuou como vice-presidente. É um dos fundadores da Fundação Semmelweis. Em 1967 abriu a filial do escritório da Milba Auditoria Contábil e Assuntos Fiscais, o primeiro de Entre Rios, depois sucedido pelo Escritório Contábil Condor Ltda. Em 2008, foi agraciado com o Prêmio Gralha Azul, do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis (Sescap-PR). Atualmente, dedica-se à agricultura.

mapa antigo gp.jpg

Ano de 1819 lembra o ato formal de fundação da Freguesia de Nossa Senhora de Belém 

gp hoje.jpg

SÉRIE
Guarapuava é a gente que faz 

tropeiros.jpg

Documento original assinado em 1818 por Joaquim de Marçal nunca foi encontrado

DEIXE SUA OPINIÃO

Obrigado!