• Viva Guarapuava

MAL PASSADA - A nova coluna gastronômica do Viva Guarapuava

9 de abril de 2022


GERSON ALMEIDA


Como proprietário de açougue e amante da boa culinária , sempre me perguntei qual a melhor maneira de se manter atualizado quanto as tendências do universo gastronômico. O que oferecer de prático , interessante e fácil para meus clientes , que a cada dia buscam mais conveniência pela correria do dia a dia.


Pergunto-me: Cursos presenciais? (o que não foi possível nos últimos dois anos de nossas vidas enclausuradas), livros (o que funciona de um lado para um autodidata como eu, mas impossível como pai de três crianças pelo outro), blogs, sites. vídeos autoexplicativos ou cursos on line (que virou uma febre de engajamento com a pandemia; porém, mistura das melhores às piores técnicas jamais vistas em todo o mundo da cozinha ).


Enfim, tudo é válido, mas nada apareceu ainda para substituir a tão famosa experiência , o dia a dia vivido dentro de uma cozinha, a troca com colegas, com chefs renomados ou com a tiazinha que faz a melhor feijoada do bairro com aquele preço imbatível.

Aquela viagem que acaba se transformando em um tour gastronômico, onde se conhece não só pessoas, como culturas diferentes dentro da cozinha local ou regional e, confesso, com o passar dos anos (leia idade avançando) este tipo de viagem me fascina cada vez mais.


Acredito ser esta a melhor forma de se conhecer essa nova “gastronomia” que invadiu o Brasil. Digo invadiu porque não é necessário mais ir a capitais e grandes cidades para se comer muitíssimo bem. Entre eventos culinários regionais, mega festivais de churrasco que fornecem experiências divinas, restaurantes de renome com pratos mega elaborados com produtos de diferentes partes do mundo, esta tendência vem se firmando em todos os locais do mundo.


Reflito: será o fim do rodízio tradicional? Do bom e velho espeto corrido? Dos buffets por quilo? Estes, aliás, deveriam aprender com a pandemia, pois a máscara deveria ser uma exigência mundial, sabendo-se, principalmente, que a fila em buffet não é lugar para conversar.


Acredito que estamos caminhando para a linha “coma menos , mas coma melhor “. E se você, assim como eu, é amante da boa comida, te digo que isto não só é possível, como podemos aliar três pilares desejados: qualidade, custo e satisfação . Afinal, continuo dizendo que cozinhar é uma maneira de amar os outros . Então, aproveite nossa nova coluna “Mal passada”, mande dicas, receitas, detone, elogie e convide a gente para um jantar… vamos trocar experências !!! Afinal é isto que levamos da vida


Gerson Almeida é engenheiro civil por formação, açougueiro e cozinheiro por paixão


ESCREVA PARA O GERSON >>> gerson.unite.eng@gmail.com


mapa antigo gp.jpg

Ano de 1819 lembra o ato formal de fundação da Freguesia de Nossa Senhora de Belém 

gp hoje.jpg

SÉRIE
Guarapuava é a gente que faz 

tropeiros.jpg

Documento original assinado em 1818 por Joaquim de Marçal nunca foi encontrado

DEIXE SUA OPINIÃO

Obrigado!