• Viva Guarapuava

Mulheres encerram ciclo de debates sobre temas relacionados ao gênero

30 de março de 2022



Em uma tarde de descontração e acolhida, a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (SEMADS) promoveu ontem (29), no Teatro Municipal, uma palestra com o tema “Mulheres Extraordinárias”. O público formado totalmente por servidoras públicas e secretárias municipais, pode conversar sobre sexualidade e a importância da mulher na sociedade. A ação encerra as atividades em alusão ao Dia Internacional da Mulher que aconteceram durante o mês de março nas unidades do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) e Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS).

“Depois desse processo pandêmico as mulheres precisavam desse momento de interação discutir sobre a sexualidade corpo da mulher e discutisse principalmente sobre a importância da mulher na sociedade. Foi um evento que nunca aconteceu na Secretaria de Assistência e que sentimos a necessidade de fazer esse ano para que as mulheres se sentissem pertencentes nesse importante processo”, enfatizou a secretária da SEMADS, Rosangela dos Santos Virmond.

A convidada para a ocasião foi Laudiceia Mendes, pedagoga, palestrante e que atua como educadora social e sexual, desenvolvendo projetos em atenção às problemáticas e vulnerabilidades de mulheres e famílias. Ela também é a idealizadora do Projeto Florescer, de Curitiba, que trabalha com meninas que sofreram abuso sexual. Para a palestrante, a ação da secretaria em oportunizar para as servidoras a conversa, o encontro e as trocas de vivências é extremamente importante para os atendimentos.

“A secretaria não poderia ter acertado mais com essa homenagem. Tivemos trocas experiências, falamos não só de protesto, mas de propostas para nós construirmos um mundo melhor para geração que vem após de nós, para atuarem com responsabilidade social e para que o mundo tenha mais o olhar das mulheres, discutimos também questões do nosso corpo, questões da sexualidade, o empoderamento verdadeiro, o empoderamento real e podemos perceber”, destacou Pauliceia.

As participantes discutiram os processos de invisibilização e inviabilização da mulher tanto dentro de um contexto histórico quanto na conjuntura atual. Além de trocas de histórias e saberes sobre empoderamento, houve também a discussão sobre questões do corpo e sexualidade. Durante o evento, foram realizados sorteios e homenagens.

“Esse evento foi bem joia, bem produtivo. É importante para as mulheres discutirem sobre o tema, esse momento é onde podemos conversar sobre sexualidade e a importância da mulher abertamente também”, contou Elisa Andreia da Silva, participante da palestra.

Entre as participantes, estavam as vereadoras Cris Wainer e Professora Terezinha, as secretárias municipais, servidoras públicas das secretarias, Fundação Proteger, Conselho Tutelar, entidades e conselhos da assistência.


mapa antigo gp.jpg

Ano de 1819 lembra o ato formal de fundação da Freguesia de Nossa Senhora de Belém 

gp hoje.jpg

SÉRIE
Guarapuava é a gente que faz 

tropeiros.jpg

Documento original assinado em 1818 por Joaquim de Marçal nunca foi encontrado

DEIXE SUA OPINIÃO

Obrigado!